10 FACTORES DE RISCO A TER EM CONTA PARA PREVENIR A DIABETES

 

No âmbito do Dia Mundial da Diabetes, que se assinala hoje, o Método DiaproKal que consciencializar as pessoas sobre os principais factores de risco desta doença.

A diabetes tipo 2 é uma das doenças que mais aumentou nos últimos anos, dada a relação existente entre a diabetes e a obesidade, sendo que 80% dos diabéticos são obesos.

Com sintomas silenciosos, estima-se que em Portugal cerca de um milhão de portugueses sofram de diabetes. Durante um mês, o Método DiaproKal alertou cerca de 30 mil pessoas para os principais factores de risco da diabetes.

A obesidade, o sedentarismo, a hipertensão, o stress, a falta de sono ou a má alimentação são alguns dos factores recolhidos e que grande parte da população desconhece que estão relacionados com a diabetes.

Para servir de alerta, os especialistas do Método DiaproKal e o TRENDY apresentam uma lista com os principais factores de risco da diabetes tipo 2, que podem reduzir-se ao alterar o estilo de vida. O método DiaproKal alerta ainda para que se cumprir mais de três factores de risco, deve recorrer ao seu médico.

1. Obesidade
A gordura acumulada no abdómen aumenta a resistência à insulina. É estimado que 80% dos diabéticos tipo 2 sofram também de obesidade e, em 2030, os diabéticos tipo 2 podem atingir 6 milhões de pessoas.

2. Sedentarismo
O exercício físico melhora a absorção do açúcar por parte dos diabéticos e pré-diabéticos, ajudando a prevenir e melhorar o seu tratamento.

3. Diabetes gestacional
Ter um bebé com mais de 4 kg ou sofrer de diabetes gestacional aumenta em 40% o risco da mãe adquirir diabetes tipo 2 após o parto.

4. Ter mais de 45 anos
Quanto mais idade, maior a probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2, devido ao aumento da resistência à insulina.

5. Diabetes na família
Ter um familiar próximo com diabetes aumenta o risco de vir a adquirir a doença. Por essa razão é essencial realizar testes médicos e controlar os níveis de açúcar no sangue com maior frequência.

6. Má alimentação
Incluir na alimentação hidratos de carbono de rápida absorção, como massas ou bolos, é prejudicial para os pré-diabéticos e diabéticos tipo 2 porque absorvem o açúcar mais rápido, aumentando assim o risco de sofrer de picos de glicemia.

7. Hipertensão
A hipertensão é um fator de risco da diabetes tipo 2. Cerca de 50% das complicações derivadas da diabetes são responsabilidade direta da hipertensão arterial.

8. Stress
Devido ao aumento de adrenalina que provoca o stress durante o dia, a glicose tende a acumular-se no sangue e desequilibrar os níveis de açúcar.

9. Falta de sono
Dormir menos de 6 horas diárias aumenta o risco de sofrer de diabetes tipo 2.

10. Fumar
Os fumadores correm o risco de desenvolver diabetes tipo 2 no futuro, uma vez que o tabaco aumenta a resistência à insulina.

Se cumprir mais de 3 fatores de risco, deve recorrer ao seu médico.

Leia mais na fonte original…